O QUE CREMOS

O que cremos


1. Deus se revela na Bíblia Sagrada. Confiamos nela como a Palavra de Deus. Ela é a mensagem do amor de Deus e da esperança para todos.

2. Deus é um só. Ele existe em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

3. Deus é o criador de tudo quanto existe.

4. Adão e Eva, os pais da humanidade, foram criados livres por Deus. Nessa liberdade, viviam de acordo com a vontade de Deus.

5. Adão e Eva desviaram-se da vontade de Deus e se opuseram a ela. Esta situação, a que todos estão sujeitos, é o que chamamos de pecado.

6. Pecado é, portanto, qualquer desvio da Lei ou vontade de Deus, como está expressa nos Dez Mandamentos. Jesus Cristo resumiu os Dez Mandamentos ao dizer: O cumprimento da Lei é o amor.

7. É impossível ao ser humano cumprir essa Lei e assim estabelecer relação correta e perfeita com Deus e sua vontade.

8. Por essa razão, Deus enviou o seu Filho ao mundo. Jesus é verdadeiramente Deus e pessoa humana. E, como tal, cumpriu a vontade de Deus em nosso lugar e morreu na cruz para pagar o castigo que merecemos. Deus aceitou esse pagamento e ressuscitou Jesus dentre os mortos. Jesus retornou à glória do céu na presença dos seus discípulos.

9. Por causa de Jesus, Deus nos declara perdoados. Esse perdão é para todos e em nada depende dos esforços humanos em agradar a Deus.

10. Aqueles que confiam nessa notícia do amor de Deus recebem de Deus os benefícios da obra de Jesus. Deus lhes atribuiu inocência e pureza em vista do trabalho de Jesus que foi realizado a favor de todos sem distinção de qualquer espécie.

11. Essa confiança ou fé na obra de Jesus é um presente, um Dom de Deus, concedido pela ação do Espírito Santo. O Espírito Santo promove essa fé em todos sempre que alguém atua em nome e de acordo com essa vontade salvadora de Deus.

12. Isso Deus decidiu e assim comunicou. Os meios pelos quais Deus comunica e aplica os benefícios da sua vontade salvadora são sua Palavra e os sacramentos do Santo Batismo e da Santa Ceia.

13. Por causa do mal, Deus decidiu que o mundo que conhecemos terá um fim. Deus preparou um novo mundo, livre do mal. Quando o mundo terminar, todos os mortos serão chamados à vida, e os que estiverem vivos serão transformados. Nesse momento, acontecerá a grande separação: Os que, em vida, rejeitaram a fé em Jesus ficarão eternamente apartados de Deus. Os que confiaram, estarão eternamente com Deus.

14. A Igreja Cristã é o conjunto de todas as pessoas que, em todos os tempos e todos os lugares, têm esta fé no Deus Triúno e em Jesus Cristo como único Salvador.

15. Pela fé, Deus reúne essas pessoas para viverem e anunciarem os benefícios desta mesma fé. Esta reunião chamamos Igreja ou comunidade cristã. Nessas comunidades de fé, as pessoas são mantidas na fé pela pregação e ensino fiel da mesma e pela administração dos sacramentos. As pessoas que vivem os benefícios dessa fé, motivadas por esse amor incondicional de Deus, organizaram-se para repartir com o próximo aquilo que receberam de Deus em benefícios materiais, sociais e espirituais.

Missão

Conservar e propagar as doutrinas da Bíblia Sagrada, para salvar almas (pessoas).

Visão

Somos uma congregação atuante, inserida nos propósitos de Deus, propagando sua palavra e trazendo conforto espiritual aos membros que gostam e têm prazer na comunhão entre si, com os outros e em Cristo, na qual todos os departamentos funcionam harmoniosa e participativamente, onde há colaboração efetiva de todos nos trabalhos da comunidade, que vive o evangelho de forma alegre, hospitaleira e atrativa, com participação efetiva de 500 membros, em média, por culto.

Valores e Princípios

São os frutos do Espírito Santo (Gálatas 5:22 e 23)
· Escrituras Sagradas e Confissões Luteranas
· Amor
· Alegria e Paz
· Longanimidade (firmeza de ânimo)
· Benignidade, Bondade, Fidelidade
· Administração
· Mansidão, Domínio Próprio
· Fé (convicção)
· Comunhão
· Pregação da Palavra
· Consagração
· Oferta
· Valorização do Indivíduo